Páginas

valorização da experiência extraescolar

         De acordo com o art 3 da LDB existem onze princípios, onde o ensino deverá ser ministrado seguindo esses princípios. 
Do qual o Principio X, é a valorização da experiência extraescolar, que deve ser levado em conta na prática docente.
        Podemos assim dizer que o professor deve valorizar a experiência extraescolar do educando, porque quando o aluno chega na escola, ele já traz experiências vivenciadas fora do ambiente escolar, ele carrega a sua cultura, vivencias, e tem uma visão de mundo, cabendo ao professor valorizar essas experiências, tornando seu ensino coerente.
       O docente deve conhecer a realidade do aluno e trazer para a escola essa realidade, usando esses conhecimentos ele facilitará a aprendizagem dos alunos, como por exemplo, se o aluno vive na zona rural, ficará muito mais fácil a compreensão dele, se o professor utilizar elementos do cotidiano desse discente, na sala de aula.
      Valorizar a experiencia extraescolar na prática docente é extremamente importante, pois derruba o pensamento de que o aluno é um deposito de saberes, mais conhecido como o ensino "bancário".
Como podemos ver na citação a seguir: 
"A educação bancária tem por finalidade manter a divisão entre os que sabem e os que não sabem, entre os oprimidos e opressores. Ela nega a dialogicidade, ao passo que a educação problematizadora funda-se justamente na relação dialógico-dialética entre educador e educando; ambos aprendem juntos"
Raysa Marcelino 20/04/13

2 comentários:

  1. Muito bom o comentário, quem diria se nossos educadores continuassem com teorias ultrapassadas nunca ia ser aceito a experiência extraescolar, embora isso ainda fique no papel. Mas gostei do tema esclarecido.

    ResponderExcluir
  2. TEORICAMENTE LINDO...MAS NA PRÁTICA ALGO INATINGÍVEL! VALORIZAR A EXPERIÊNCIA EXTRA ESCOLAR SIGNIFICA UMA ATENÇÃO INDIVIDUALIZADA....COMO ISSO É POSSÍVEL COM SALAS BEIRANDO 50 ALUNOS!?

    ResponderExcluir